"Dance like no one is watching, love like you'll never be hurt, sing like no one is listening, and live like it's heaven on earth."- William Purkey
22
Mai 12
publicado por Muito Mais Branco, às 17:30link do post

 

Vamos lá ver, há as gajas com raça, aquelas que têm um savoir fair, um carisma, uma personalidade engraçada, atitude porra! E depois há as nhó nhós, aquelas que ninguém dá por elas e só sobressaem pela negativa, pela sonsice que emanam. As arraçadas são invejadas, as nhó nhós são desprezadas. Há nhó nhós que acham que os corn flakes são puzzles mas há nhó nhós que sabem que são nhó nhós, que ninguém as admira, nem as próprias filhas, a menos que sejam nhó nhós como elas, e são estas as nhó nhós perigosas. A propósito, há uma forte probabilidade de uma nhó nhó gerar outra nhó nhó, já as arraçadas normalmente geram crianças com pedigree, com o tal factor ‘xis’ que as diferencia das nhó nhós.

 

 

As nhó nhós sonsas e perigosas são ressabiadas, e têm enorme endurance para levar com secas, pois se as arraçadas as levam para as compras, as nhó nhós sonsas vão ruídas de inveja porque às arraçadas (gordas ou magras, não interessa) tudo lhes fica bem, já às nhó nhós mesmo com um corpo de top model (mas em bom, porque as modelos de hoje são umas anoréxicas sem graça nem raça) mesmo assim, nada lhes cai bem. É a ATITUDE! As arraçadas desfilam-se com segurança. Por vezes até são tidas como snobes, porque andam com orgulho de quem são, mesmo que sejam 16 por 9.

 

 

As nhó nhós sonsas podem ser umas perfeitas 90-60-90 que ninguém lhes liga a mínima. Minto, há os seres XY que até as gramam porque normalmente são gajas fáceis, à procura de homem. Depois não percebem como é que eles evaporam depois de fazer ‘o amor’. Quer dizer, as nhó nhós barra totós, essas não percebem, as outras até percebem mas se não se meterem debaixo deles então é que não há alma que lhes safe.

 

As nhó nhós sonsas e perigosas são gajas que têm rasgos de tentativa-de-demonstrar-que-até-têm-raça, e fazem-no por exemplo assim:

 

Nhó nhó sonsa e perigosa (ao telefone no local de trabalho em open-space com 30 funcionários): ‘já viste, Teresinha, a sorte que eu tenho, ai credo quando abri o extracto da minha conta bancária e vi a transferência que o meu pai me fez, nem quis acreditar, ia caindo pró lado!’

 

(segundos de silêncio em que a nhó nhó se vai rindo ao telefone com a suposta amiga – outra nhó nhó, obvio, porque uma arraçada 1º não estaria ao telefone com uma nhó nhó sonsa e perigosa e 2º uma arraçada teria desligado o telefone e acabado a conversa por ali)

 

Nhó nhó sonsa e perigosa: ‘pois foi, um queriiiiiiiiiido, ai nem imaginas estou tão feliz, foi mesmo um fofo, agora tenho que aplicar o dinheiro, não vou ficar com tanto dinheiro na conta à ordem, tenho que ligar ao meu gestor de conta, que é o mesmo que o do pai, alias é o gestor das contas da família ….vou ligar-lhe já de seguida, ai mas não achas o máximo?’


(silêncio e risos - falsos OBVIO)

 

Nhó nhó sonsa e perigosa: ‘vá minha querida, vou desligar para ligar para o banco, um beijinho muito grande, adeus’ (as nhó nhós não desligam a dizer ‘tchau’ porque acham que é coisa de gaja nhó nhó, por isso dizem ‘adeus’, ouviram uma wanna be beta a dizer que tchau era brega e então, cruz credo, nunca mais disseram tal palavra, e corrigem a mãe e o pai quando eles têm a infelicidade de se despedirem assim dela).

 

 

 

É triste a nhó nhó sonsa e perigosa ter a necessidade de se auto promover, ou pelo menos achar que se auto promove desta forma foleira, pobre e brutalmente brega – uma quarentona a receber dinheiro do pai e a fingir que não percebe que os colegas ouviram quando ela supostamente contava à amiga numa conversa “privada” – há mais brega do que isto?

 

Eu estava a falar com a minha melhor amiga, nunca pensei que estivessem a ouvir a minha conversa, que falta de educação! E não queria nada contar ao mundo que tenho dinheiro pois não? E eu sou o pai natal….

 

 

Fui… vou ver as minhas contas bancárias, a ver se ainda estou à tona d’àgua ou se já me afundei de vez!

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO