"Dance like no one is watching, love like you'll never be hurt, sing like no one is listening, and live like it's heaven on earth."- William Purkey
11
Mai 11
publicado por Muito Mais Branco, às 16:23link do post | comentar

Images_colete_forças

 

 

Tenho precisado tanto tanto tanto de ventilar práqui mas com a falta de tempo de que padeço está a ser praticamente impossível manter o blog… e deixá-lo morrer assim também não me apetece. Melhores tempos virão e eu terei mais tempo para me dedicar ao que realmente gosto de fazer, wishfull thinking é o que é…

 

Julgo estar como estão os toxicodependentes, vulgos drógados, antes de chutarem e estou tão ansiosa de acalmar a minha ressaca literária que as palavras atropelam-me e eu à procura da satisfação rápida ando às voltas com a droga do teclado que teima em enganar-se.

 

Bom, posto isto haveria muitas coisas para ventilar mas vou-me cingir, por agora, a duas: a primeira é a BIPOLARIDADE. Há, é certo, seres bipolares. Há os que estão a ser seguidos pelos médicos e que estão entre aspas sob controlo, enfim, andam calminhos e sob o efeito de drunfes e portanto não chateiam.

 

MAS há os outros, perigosos, que andam à solta, por ai, e que ainda não foram descobertos…. ou por outra já toda a gente os descobriu mas fica mal dar-lhes o nome de BIPOLARES uma vez que tal diagnóstico só deve ser feito por quem de direito e não por nós, o povo. Estes seres, de quem tudo se espera, de forma apreensiva, quando estão de alguma maneira ligados a nós são um verdadeiro perigo. Podem estar bem-dispostos e sorridentes e aparentemente de bem com a vida, como logo a seguir estão de trombas e amuados sem nenhuma razão aparente.

 

Um horror. Só visto. Não vejo nenhum animal (não humano) que seja assim. Daí concluo que a bipolaridade é um comportamento racional. Sendo racional como é que perdura?? Como é que a pessoa que anda por ai não diagnosticada, não se apercebe que tem comportamentos bipolares?

 

O outro assunto de que me apetece ventilar é sobre os mentirosos-compulsivos. Não sei se é um mal pior do que os bipolares, mas é no mínimo um mal que está ao mesmo nível. Os que agem de uma determinada forma e que depois confrontados com a deselegância (barra) falta de educação (barra) maneira escabrosa de falar ou agir (barra) total falta de respeito perante os outros (barra) indelicadeza brutal (barra) ofensivos (barra) injuriosos (barra) forma mesquinha com que trataram o próximo, negam veemente que tal acção lhes tenha alguma vez sido atribuída. ‘Nem pensar! Eu nunca disse isso! NUNCA!’ até ficam pasmados a olhar para nós de tal forma surpreendidos e atónitos que parece que nós é que somos os loucos-mentirosos.

 

E como que ‘cereja no topo do bolo, há os BIPOLARES-MENTIROSOS-COMPULSIVOS… é por isso que eu gosto muito dos meus gatos, ah pois gosto.

 

Fui.... mas volto.

tags:

mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
27
28

29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO