"Dance like no one is watching, love like you'll never be hurt, sing like no one is listening, and live like it's heaven on earth."- William Purkey
18
Jan 11
publicado por Muito Mais Branco, às 15:00link do post | comentar

DSC02681

 

 

Admirável mundo novo, quando se tem a oportunidade de ver o mundo pelos olhos de quem é ainda muito novo, muito naive.

(aos miminhos antes de adormecer)

 

Ela: é verdade que toda a gente tem que dar dinheiro ao Presidente da Republica?

 

Eu: bem, não é ao Presidente, mas ao Governo, o que vai dar ao mesmo. Sim é verdade.

 

Ela: eu quando for crescida não vou dar.

 

Eu: mas se não deres és presa.

 

Ela: só se ele souber quem eu sou, mas ele não sabe.

 

Lá está o mal não é roubar, o mal está em roubar e ser apanhada… o que se aprende com crianças….


publicado por Muito Mais Branco, às 14:21link do post | comentar

 

images

 

 

Os Cartugas são mais felizes em 2011 do que foram em 2010!

 

Pelo menos, eu e os que circulam na A5, são, os outros não sei.

 

Dizem que as épocas de maior crise são também aquelas que surgem as maiores oportunidades. O ano começou bem, em crise está certo, mas bem. E deu-me a oportunidade de viajar todas as manhãs, tranquilamente na A5. Coisa que, outrora, era um verdadeiro filme de terror, tornou-se numa agradável experiencia matinal. Afinal não sei há quantos anos não se fazia a A5 em menos de 30 minutos, nem se alguma vez isso se fez (em horas de ponta, evidente, e sem viajar em ambulância, está claro) excepto em 2011.

 

De inicio pareceu-me sorte, depois pensei que não podia ser só sorte, pensei nas crianças que estariam de férias, mas depois as aulas começaram e a ‘sorte’ manteve-se… too good to be true… daí ocorreu-me: é a CRISE!

 

Os que continuam a circular na A5, fazem-no comodamente, sem stresses. Os que tiveram de optar por outro meio de transporte, fazem-no para poupar tempo e dinheiro. Assim estamos todos contentes. Os que antes circulavam e agora não, andavam com a corda na garganta, a fazer um esforço sobre-humano para pagar o combustível e as portagens, houve até quem tentasse estimular a ida em grupo, numa de sharing the same car, para evitar tantos Cartugas em circulação, mas nós, os Tugas, não estamos numa de entrar em partilhas, nem quando um de nós morre, nunca vi país nenhum que demorasse tanto tempo para partilhar os bens dum defunto como o nosso, não é de espantar que o carsharing tivesse tido pouco sucesso, é que antes passar fome do que deixar o carro na garagem e partilhar a ida com alguém…. Assim a crise veio poupar dinheiro a uns e tempo a outros, eu atrevo-me a dizer que é magnifico, só coisas boas para TODA a gente, os que vão de cú tremido chegam a horas ao escritório, os que vão de transportes chegam ao fim do mês com mais uns trocos.

 

Bem haja a crise!


mais sobre mim
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
20
21
22

23
24
28
29

30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO